#ClinicaProOnco Instagram Photos & Videos

ClinicaProOnco - 93 posts

Top Posts

Latest Instagram Posts

  • Dr Fausto explica que o câncer infanto juvenil mais comum é o Leucemia Linfóide Aguda, ocupando mais de 50% dos casos de cânceres infantis tratados no mundo. Os sintomas iniciais são sintomas de gripe persistindo após 7 a 10 dias.
A dica aqui fica para que se procure um pediatra geral, que encaminhará ao especialista em oncologia e/ou hematologia . Num exame de sangue terá a indicação de suspeita, positiva ou negativa.
Há outros cânceres, estes mais raros, como Leucemia Mielóide Aguda, mesmos sintomas mas com componentes a mais, como:
1. distúrbios de coagulação - alterações no corpo que remetem a sangramentos espontâneos,
2. manchas roxas
3. anemia muito intensa - criança pálida.
Lembrando que é um mito dizer que uma anemia se transformou num câncer! No entanto, caso ela surja de forma inesperada e intensa em 15 dias, isso deva chamar atenção para que algo grave esteja ocorrendo.
4. aparecimento de gânglios ou linfonodos - ïngua", que vem aumentando de tamanho, desassociados de quadros infecciosos, em regiões do corpo como pescoço posterior, acima da clavícula, axilas, barriga, tórax, poderão estar associados a doenças oncohematológicas (Linfomas de Hodgkin ou não Hodgkins)
E, ele explica, quando devemos procurar um médico pediatra geral para encaminhamento ao oncologista ou hematologista?

Quando essas adenomegalias estão crescendo, são crescente e que depois de um período de tratamento infeccioso, os sintomas persistam, quando houver  febre vespertina, sudorese (excesso de suor) noturna e perda de peso de 10% nos últimos 6 meses.

#FicaADica
#FiqueAtento
#SetembroDourado
#PrevencaoAoCancerInfantoJuvenil#InformacaoEmPrimeiraMao
#SaibaMais #EquipeMultiprofissional #Especialidades #Patologias 
#VamosDesacelerar #Equilibrio #Medicina #Medico #Saude #CuidamosDeVoce #EquiMultidisciplinar #Oncologia #Hematologia #Pneumologia #Infectologia #CirurgiaToracica #OncoOdontologia #OncoHematologia #CirurgiaoOncologico #Londrina #Parana #ClinicaProOnco
  • Dr Fausto explica que o câncer infanto juvenil mais comum é o Leucemia Linfóide Aguda, ocupando mais de 50% dos casos de cânceres infantis tratados no mundo. Os sintomas iniciais são sintomas de gripe persistindo após 7 a 10 dias.
    A dica aqui fica para que se procure um pediatra geral, que encaminhará ao especialista em oncologia e/ou hematologia . Num exame de sangue terá a indicação de suspeita, positiva ou negativa.
    Há outros cânceres, estes mais raros, como Leucemia Mielóide Aguda, mesmos sintomas mas com componentes a mais, como:
    1. distúrbios de coagulação - alterações no corpo que remetem a sangramentos espontâneos,
    2. manchas roxas
    3. anemia muito intensa - criança pálida.
    Lembrando que é um mito dizer que uma anemia se transformou num câncer! No entanto, caso ela surja de forma inesperada e intensa em 15 dias, isso deva chamar atenção para que algo grave esteja ocorrendo.
    4. aparecimento de gânglios ou linfonodos - ïngua", que vem aumentando de tamanho, desassociados de quadros infecciosos, em regiões do corpo como pescoço posterior, acima da clavícula, axilas, barriga, tórax, poderão estar associados a doenças oncohematológicas (Linfomas de Hodgkin ou não Hodgkins)
    E, ele explica, quando devemos procurar um médico pediatra geral para encaminhamento ao oncologista ou hematologista?

    Quando essas adenomegalias estão crescendo, são crescente e que depois de um período de tratamento infeccioso, os sintomas persistam, quando houver  febre vespertina, sudorese (excesso de suor) noturna e perda de peso de 10% nos últimos 6 meses.

    #FicaADica
    #FiqueAtento
    #SetembroDourado
    #PrevencaoAoCancerInfantoJuvenil #InformacaoEmPrimeiraMao
    #SaibaMais #EquipeMultiprofissional #Especialidades #Patologias
    #VamosDesacelerar #Equilibrio #Medicina #Medico #Saude #CuidamosDeVoce #EquiMultidisciplinar #Oncologia #Hematologia #Pneumologia #Infectologia #CirurgiaToracica #OncoOdontologia #OncoHematologia #CirurgiaoOncologico #Londrina #Parana #ClinicaProOnco
  • 34 0 17 September, 2019
  • Você pergunta, nós respondemos... Dúvida de hoje:
❓Como é o tratamento do Câncer?
Dr Filipe Casão - médico especialista em oncologia clínica, responde: @filipecasao ✔O tratamento do Câncer é multidisciplinar envolve cirurgia, radioterapia e drogas que atuam no combate a células malígnas. Nos últimos 20 anos o Oncologia foi a área da medicina que mais avançou em tecnologia e, atualmente, utiliza quimioterapia citotóxica (mata as células malígnas), quimioterapia citostática (impede o crescimento e a divisão das células malígnas), hormonioterapia (atua em tumores cujo crescimento é dependente de hormônios), terapia Alvo-Molecular (atua em mutações genéticas especificas de alguns tipos de câncer, maximizando os efeitos anti-tumorais e minimizando os efeitos colaterais) e Imunoterapia (atuam estimulando o próprio sistema de defesa do paciente a combater as células malígnas).
Fique atento e sinta-se a vontade em nos perguntar via direct 😉👍
.
.
.
#SemDuvidas #NaHora #OncologiaParaParaPublicoGeral #Medicina #Medico #Saude #CuidamosDeVoce #EquiMultidisciplinar #FimDaSemana #Oncologia #Hematologia #Pneumologia #Infectologia #CirurgiaToracica #OncoOdontologia #Londrina #Parana #ClinicaProOnco
  • Você pergunta, nós respondemos... Dúvida de hoje:
    ❓Como é o tratamento do Câncer?
    Dr Filipe Casão - médico especialista em oncologia clínica, responde: @filipecasao ✔O tratamento do Câncer é multidisciplinar envolve cirurgia, radioterapia e drogas que atuam no combate a células malígnas. Nos últimos 20 anos o Oncologia foi a área da medicina que mais avançou em tecnologia e, atualmente, utiliza quimioterapia citotóxica (mata as células malígnas), quimioterapia citostática (impede o crescimento e a divisão das células malígnas), hormonioterapia (atua em tumores cujo crescimento é dependente de hormônios), terapia Alvo-Molecular (atua em mutações genéticas especificas de alguns tipos de câncer, maximizando os efeitos anti-tumorais e minimizando os efeitos colaterais) e Imunoterapia (atuam estimulando o próprio sistema de defesa do paciente a combater as células malígnas).
    Fique atento e sinta-se a vontade em nos perguntar via direct 😉👍
    .
    .
    .
    #SemDuvidas #NaHora #OncologiaParaParaPublicoGeral #Medicina #Medico #Saude #CuidamosDeVoce #EquiMultidisciplinar #FimDaSemana #Oncologia #Hematologia #Pneumologia #Infectologia #CirurgiaToracica #OncoOdontologia #Londrina #Parana #ClinicaProOnco
  • 21 1 24 July, 2019
  • #Repost @oficialfiocruz 
e dicas de nossa pnemo @jannestella_pneumologista
Fique atento!!!
Se não vacinou, vamos vacinar
・・・
Esta semana, a cidade de Nova York, nos EUA, declarou estado de emergência de saúde devido a um surto de #sarampo. A @who alertou, no final do ano passado, para a grande quantidade de casos da doença e determinou que a estratégia é aumentar os esforços para elevar a cobertura de vacinação, a fim de alcançar 95% das crianças protegidas em todo o mundo. 
O sarampo estava em vias de ser erradicado em 2010, porém algumas situações, como a baixa mundial na cobertura vacinal, a disseminação de mentiras sobre a vacina – especialmente na Europa e no Estados Unidos, além do colapso do setor saúde na Venezuela, colocaram a doença novamente em foco. Em 2017, o sarampo provocou 110.000 mortes. No Brasil, foram 10.326 casos em 2018. “O sarampo é uma doença grave, com maior transmissibilidade conhecida e risco de complicações e morte. Uma pessoa em ambiente fechado pode transmitir para todos os presentes não imunes”, ressalta o pediatra do @iff_fiocruz, Márcio Nehab. 
#vacinaréproteger #vacinabrasil #Sarampo #cuidar #saude #previna #ClinicaProOnco #Londrina #Pneumologia
  • #Repost @oficialfiocruz
    e dicas de nossa pnemo @jannestella_pneumologista
    Fique atento!!!
    Se não vacinou, vamos vacinar
    ・・・
    Esta semana, a cidade de Nova York, nos EUA, declarou estado de emergência de saúde devido a um surto de #sarampo . A @who alertou, no final do ano passado, para a grande quantidade de casos da doença e determinou que a estratégia é aumentar os esforços para elevar a cobertura de vacinação, a fim de alcançar 95% das crianças protegidas em todo o mundo.
    O sarampo estava em vias de ser erradicado em 2010, porém algumas situações, como a baixa mundial na cobertura vacinal, a disseminação de mentiras sobre a vacina – especialmente na Europa e no Estados Unidos, além do colapso do setor saúde na Venezuela, colocaram a doença novamente em foco. Em 2017, o sarampo provocou 110.000 mortes. No Brasil, foram 10.326 casos em 2018. “O sarampo é uma doença grave, com maior transmissibilidade conhecida e risco de complicações e morte. Uma pessoa em ambiente fechado pode transmitir para todos os presentes não imunes”, ressalta o pediatra do @iff_fiocruz, Márcio Nehab.
    #vacinaréproteger #vacinabrasil #Sarampo #cuidar #saude #previna #ClinicaProOnco #Londrina #Pneumologia
  • 17 0 15 April, 2019