#históriadobrasil Instagram Photos & Videos

históriadobrasil - 12.6k posts

Top Posts

Advertisements

Advertisements

Advertisements

  • Os quatro volumes de "História da vida privada no Brasil" têm por objetivo descrever e analisar os costumes e modos de ser dos brasileiros ao longo de quase cinco séculos, dos primórdios da colonização portuguesa aos tempos atuais. Lançada no final dos anos 1990, a premiada coleção tornou-se referência incontornável na historiografia nacional e agora retorna ao mercado em cuidadosas edições de bolso.⠀
⠀
Este livro, organizado por Laura de Mello e Souza, abrange os três primeiros séculos da vida no Brasil, correspondendo ao período entre a chegada dos portugueses e a instalação da corte de d. João VI no Rio de Janeiro. Os oito artigos aqui reunidos abarcam desde hábitos de leitura e práticas religiosas da época até atividades mais comuns — o que se comia, onde se dormia e como se davam os relacionamentos —, reconstruindo, a cada capítulo, o dia a dia de nossos antepassados.⠀
⠀
Coleção dirigida por Fernando A. Novais⠀
⠀
***⠀
#SocorroCompanhia: Não encontrou este livro? Mande um email para socorro@companhiadasletras.com.br ou uma mensagem para o WhatsApp (11) 94292-7189.⠀
***⠀
⠀
#históriadavidaprivadanobrasil #históriadavidaprivada #históriadobrasil #história #companhiadebolso #livrodebolso #bookstagram #companhiadasletras
  • Os quatro volumes de "História da vida privada no Brasil" têm por objetivo descrever e analisar os costumes e modos de ser dos brasileiros ao longo de quase cinco séculos, dos primórdios da colonização portuguesa aos tempos atuais. Lançada no final dos anos 1990, a premiada coleção tornou-se referência incontornável na historiografia nacional e agora retorna ao mercado em cuidadosas edições de bolso.⠀

    Este livro, organizado por Laura de Mello e Souza, abrange os três primeiros séculos da vida no Brasil, correspondendo ao período entre a chegada dos portugueses e a instalação da corte de d. João VI no Rio de Janeiro. Os oito artigos aqui reunidos abarcam desde hábitos de leitura e práticas religiosas da época até atividades mais comuns — o que se comia, onde se dormia e como se davam os relacionamentos —, reconstruindo, a cada capítulo, o dia a dia de nossos antepassados.⠀

    Coleção dirigida por Fernando A. Novais⠀

    ***⠀
    #SocorroCompanhia : Não encontrou este livro? Mande um email para socorro@companhiadasletras.com.br ou uma mensagem para o WhatsApp (11) 94292-7189.⠀
    ***⠀

    #históriadavidaprivadanobrasil #históriadavidaprivada #históriadobrasil #história #companhiadebolso #livrodebolso #bookstagram #companhiadasletras
  • 2,741 49 12 November, 2018
  • No Tratado de Petrópolis, assinado em 17 de novembro de 1903, o Brasil recebeu a posse definitiva do território do Acre, cedido pela Bolívia, em troca de áreas no Mato Grosso, mais o pagamento de 2 milhões de libras esterlinas e o compromisso de construir a estrada de ferro Madeira-Mamoré.
Hoje o estado conta com cerca de 800 mil habitantes e somente 22 cidades, 1 Shopping com 4 salas de cinema, 1 Burger King e 2 Bob's.
Alguém do Acre ai?
  • No Tratado de Petrópolis, assinado em 17 de novembro de 1903, o Brasil recebeu a posse definitiva do território do Acre, cedido pela Bolívia, em troca de áreas no Mato Grosso, mais o pagamento de 2 milhões de libras esterlinas e o compromisso de construir a estrada de ferro Madeira-Mamoré.
    Hoje o estado conta com cerca de 800 mil habitantes e somente 22 cidades, 1 Shopping com 4 salas de cinema, 1 Burger King e 2 Bob's.
    Alguém do Acre ai?
  • 262 11 9 hours ago

Latest Instagram Posts

Advertisements

Advertisements

  • José de Anchieta nasceu em Tenerife em 19 de março de 1534. Filho dos nobres João Lopez de Anchieta e Mência Dias de Clavijo y Lerena, que descende dos conquistadores de Tenerife. Aos 14 anos viaja a Coimbra e matricula-se no curso de Humanidades e Filosofia. Passados dois anos, candidata-se ao Colégio da Companhia de Jesus e, no ano seguinte, é aceito como noviço.
Em 1553, com 19 anos, vem ao Brasil em missão jesuítica pela catequese dos nativos chefiada pelo Padre Luís de Grã, com a meta de catequizar os indígenas Carijós. Na companhia do condiscípulo Manuel de Nóbrega, desbrava a Serra do Mar em direção ao Planalto, se instalando em Piratininga, onde funda o Colégio Jesuíta.
No início do próximo ano, em 24 de janeiro de 1554, dia da conversão do Apóstolo Paulo, Anchieta celebra uma missa em memória do santo, o que é considerado como o marco inicial da fundação da cidade de São Paulo.
Em 1555, período das invasões francesas, integra a luta para expulsão dos inimigos, que, no mesmo ano, invadiram o Rio de Janeiro conquistando o apoio da tribo indígena dos Tamoios. Posteriormente, Anchieta teria um papel destacado no acordo com a tribo, integrando a missão de paz que parte de São Vicente em 1563.
Com 43 anos, 24 passados no Brasil, Anchieta é designado como Provincial, o posto mais alto da Companhia no Brasil, com o objetivo de administrar os Colégios Jesuítas de todo país.
José de Anchieta aprendeu a língua tupi, o que mais tarde lhe permitiu escrever a gramática tupi, que seria usada em todas as missões dos jesuítas, facilitando a catequização dos indígenas.
Em 1954, na comemoração do IV centenário da cidade, os poemas de Anchieta são traduzidos e transcritos pela pesquisadora Maria de Lourdes de Paula Martins, sendo posteriormente editados e publicados. Além das poesias, destaca-se também a obra em prosa, presente nas Cartas Jesuíticas.
Seu falecimento viria a ocorrer no dia 9 de junho de 1597, aos 63 anos.
Em 3 de abril 2014, foi canonizado pelo Papa Francisco.
#Nahistoriadodia #História #HistóriadoBrasil #Brasil #Educação #Jesuítas #PadreJosedeAnchieta #Santo #Indígenas #Catequização #Missionário
  • José de Anchieta nasceu em Tenerife em 19 de março de 1534. Filho dos nobres João Lopez de Anchieta e Mência Dias de Clavijo y Lerena, que descende dos conquistadores de Tenerife. Aos 14 anos viaja a Coimbra e matricula-se no curso de Humanidades e Filosofia. Passados dois anos, candidata-se ao Colégio da Companhia de Jesus e, no ano seguinte, é aceito como noviço.
    Em 1553, com 19 anos, vem ao Brasil em missão jesuítica pela catequese dos nativos chefiada pelo Padre Luís de Grã, com a meta de catequizar os indígenas Carijós. Na companhia do condiscípulo Manuel de Nóbrega, desbrava a Serra do Mar em direção ao Planalto, se instalando em Piratininga, onde funda o Colégio Jesuíta.
    No início do próximo ano, em 24 de janeiro de 1554, dia da conversão do Apóstolo Paulo, Anchieta celebra uma missa em memória do santo, o que é considerado como o marco inicial da fundação da cidade de São Paulo.
    Em 1555, período das invasões francesas, integra a luta para expulsão dos inimigos, que, no mesmo ano, invadiram o Rio de Janeiro conquistando o apoio da tribo indígena dos Tamoios. Posteriormente, Anchieta teria um papel destacado no acordo com a tribo, integrando a missão de paz que parte de São Vicente em 1563.
    Com 43 anos, 24 passados no Brasil, Anchieta é designado como Provincial, o posto mais alto da Companhia no Brasil, com o objetivo de administrar os Colégios Jesuítas de todo país.
    José de Anchieta aprendeu a língua tupi, o que mais tarde lhe permitiu escrever a gramática tupi, que seria usada em todas as missões dos jesuítas, facilitando a catequização dos indígenas.
    Em 1954, na comemoração do IV centenário da cidade, os poemas de Anchieta são traduzidos e transcritos pela pesquisadora Maria de Lourdes de Paula Martins, sendo posteriormente editados e publicados. Além das poesias, destaca-se também a obra em prosa, presente nas Cartas Jesuíticas.
    Seu falecimento viria a ocorrer no dia 9 de junho de 1597, aos 63 anos.
    Em 3 de abril 2014, foi canonizado pelo Papa Francisco.
    #Nahistoriadodia #História #HistóriadoBrasil #Brasil #Educação #Jesuítas #PadreJosedeAnchieta #Santo #Indígenas #Catequização #Missionário
  • 50 7 6 hours ago
  • Patrimônio histórico: Igreja do Rosário é restaurada

Leia no site Hoje em Minas 👉👉👉
Link na bio e nos stories
www.hojeemminas.com.br
  • Patrimônio histórico: Igreja do Rosário é restaurada

    Leia no site Hoje em Minas 👉👉👉
    Link na bio e nos stories
    www.hojeemminas.com.br
  • 15 1 7 hours ago
  • 🌹#TrabalhismoNaHistória🌹

Em 19 de março de 1931, o Chefe do Governo Provisório, Getúlio Vargas, assinara o Decreto 19.770 onde regulamentara a sindicalização das classes patronais e operárias.
*
Em seu artigo 1º:
"Terão os seus direitos e deveres regulados pelo presente decreto, podendo defender, perante o Governo da Republica e por intermedio do Ministerio do Trabalho, Industria e Commercio, os seus interesses de ordem economica, juridica, hygienica e cultural, todas as classes patronaes e operarias, que, no território nacional, exercerem profissões identicas, similares ou connexas, e que se organisarem em sindicatos, independentes entre si...” (foi mantida a ortografia da época).
*
Com esta ação, mais uma vez, Vargas colocara-se ao lado dos trabalhadores brasileiros e viabilizara a criação de entidades classistas para defendê-los.
As questões sociais deixaram de ser caso de polícia e tornaram-se questões do Estado brasileiro.
*
Para o Decreto, na íntegra, acesse o link: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/Antigos/D19770.htm

#PDT #PDT12 #CMT #Trabalhista #História #PDTDigital #PDT38anos #Socialismo #HistóriaDoBrasil #EraVargas #GetúlioVargas #GetulioVargas #1931 #Trabalhismo #Sindicato  #Trabalhador #Trabalhadora #CentroDeMemóriaTrabalhista #NossaHistória #NossaLuta #NossoSonho
  • 🌹 #TrabalhismoNaHistória 🌹

    Em 19 de março de 1931, o Chefe do Governo Provisório, Getúlio Vargas, assinara o Decreto 19.770 onde regulamentara a sindicalização das classes patronais e operárias.
    *
    Em seu artigo 1º:
    "Terão os seus direitos e deveres regulados pelo presente decreto, podendo defender, perante o Governo da Republica e por intermedio do Ministerio do Trabalho, Industria e Commercio, os seus interesses de ordem economica, juridica, hygienica e cultural, todas as classes patronaes e operarias, que, no território nacional, exercerem profissões identicas, similares ou connexas, e que se organisarem em sindicatos, independentes entre si...” (foi mantida a ortografia da época).
    *
    Com esta ação, mais uma vez, Vargas colocara-se ao lado dos trabalhadores brasileiros e viabilizara a criação de entidades classistas para defendê-los.
    As questões sociais deixaram de ser caso de polícia e tornaram-se questões do Estado brasileiro.
    *
    Para o Decreto, na íntegra, acesse o link: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/Antigos/D19770.htm

    #PDT #PDT12 #CMT #Trabalhista #História #PDTDigital #PDT38anos #Socialismo #HistóriaDoBrasil #EraVargas #GetúlioVargas #GetulioVargas #1931 #Trabalhismo #Sindicato #Trabalhador #Trabalhadora #CentroDeMemóriaTrabalhista #NossaHistória #NossaLuta #NossoSonho
  • 90 1 8 hours ago

Advertisements

  • No Tratado de Petrópolis, assinado em 17 de novembro de 1903, o Brasil recebeu a posse definitiva do território do Acre, cedido pela Bolívia, em troca de áreas no Mato Grosso, mais o pagamento de 2 milhões de libras esterlinas e o compromisso de construir a estrada de ferro Madeira-Mamoré.
Hoje o estado conta com cerca de 800 mil habitantes e somente 22 cidades, 1 Shopping com 4 salas de cinema, 1 Burger King e 2 Bob's.
Alguém do Acre ai?
  • No Tratado de Petrópolis, assinado em 17 de novembro de 1903, o Brasil recebeu a posse definitiva do território do Acre, cedido pela Bolívia, em troca de áreas no Mato Grosso, mais o pagamento de 2 milhões de libras esterlinas e o compromisso de construir a estrada de ferro Madeira-Mamoré.
    Hoje o estado conta com cerca de 800 mil habitantes e somente 22 cidades, 1 Shopping com 4 salas de cinema, 1 Burger King e 2 Bob's.
    Alguém do Acre ai?
  • 262 11 9 hours ago
  • A melhor coisa na vida é estudar.
  • A melhor coisa na vida é estudar.
  • 38 3 20 hours ago

Advertisements

  • Logo na entrada das áreas expositivas do Museu, o público encontra esse espaço #histórico, que foi referência durante o funcionamento da Bolsa Oficial de Café e, hoje, é parte importantíssima do #acervo. ☕
Era no Salão do Pregão onde os corretores se reuniam, perante o presidente, para realizar as negociações de venda e compra do grão. 
No ângulo dessa foto, 📷 registrada pela @lidcapitani, vemos, ainda, uma das telas de Benedicto Calixto, “A Fundação da Vila de Santos – 1545”!
Você tem imagens capturando detalhes do edifício, mostras ou #arquitetura? Publique nas redes sociais e utilize a #MuseudoCafé. Queremos contar com a sua perspectiva! ❤ #Santos #Cultura #História #Patrimônio #PatrimônioHistórico #HistóriadoBrasil #Repost @lidcapitani (@get_repost)
・・・
Museu do café ☕️
  • Logo na entrada das áreas expositivas do Museu, o público encontra esse espaço #histórico , que foi referência durante o funcionamento da Bolsa Oficial de Café e, hoje, é parte importantíssima do #acervo . ☕
    Era no Salão do Pregão onde os corretores se reuniam, perante o presidente, para realizar as negociações de venda e compra do grão.
    No ângulo dessa foto, 📷 registrada pela @lidcapitani, vemos, ainda, uma das telas de Benedicto Calixto, “A Fundação da Vila de Santos – 1545”!
    Você tem imagens capturando detalhes do edifício, mostras ou #arquitetura ? Publique nas redes sociais e utilize a #MuseudoCafé . Queremos contar com a sua perspectiva! ❤ #Santos #Cultura #História #Patrimônio #PatrimônioHistórico #HistóriadoBrasil #Repost @lidcapitani (@get_repost)
    ・・・
    Museu do café ☕️
  • 384 7 18 March, 2019

Advertisements

  • Apólice da Brazil Railway Company (1910)

A Brazil Railway Company foi criada no início do século XX. Construiu quase 11000 km de estradas de ferro.
Pertencia ao famoso Sindicato Farquhar, liderado pelo polêmico e arrojado capitalista estadunidense Percival Farquhar.

Em bom estado de conservação.

Valor: R$ 65,00 + frete

#ferroviasdobrasil #trens #históriadobrasil #ferrovias #vintage #documentosraros #vintage #
  • Apólice da Brazil Railway Company (1910)

    A Brazil Railway Company foi criada no início do século XX. Construiu quase 11000 km de estradas de ferro.
    Pertencia ao famoso Sindicato Farquhar, liderado pelo polêmico e arrojado capitalista estadunidense Percival Farquhar.

    Em bom estado de conservação.

    Valor: R$ 65,00 + frete

    #ferroviasdobrasil #trens #históriadobrasil #ferrovias #vintage #documentosraros #vintage #
  • 21 0 17 March, 2019

Advertisements

  • Hobby: decorar os ambientes para que cada canto da Fazenda da Tafona retrate uma história. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀
A entrada do Café Pamphilo é linda, sim ou com certeza? ✨
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
#ParaCegoVer imagem na qual aparece as vidraças de uma porta, uma parede branca, dois artefatos de ferro pendurados e um pequeno telhado. Além disso, ao fundo da fotografia há um campo e muitas árvores. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Autoria da foto: Cristina Da Gama Mór • @cristinagamamor
  • Hobby: decorar os ambientes para que cada canto da Fazenda da Tafona retrate uma história. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    A entrada do Café Pamphilo é linda, sim ou com certeza? ✨
    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    #ParaCegoVer imagem na qual aparece as vidraças de uma porta, uma parede branca, dois artefatos de ferro pendurados e um pequeno telhado. Além disso, ao fundo da fotografia há um campo e muitas árvores. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    Autoria da foto: Cristina Da Gama Mór • @cristinagamamor
  • 52 3 16 March, 2019
  • Este processo se deu a partir de medidas legais que, gradativamente, tentavam propor resoluções à questão da escravidão. A primeira medida tomada efetivamente foi a Lei Eusébio de Queirós (1850), que proibiu de vez o tráfico através do Oceano Atlântico. Já na década de 1870 a Lei do Ventre Livre (1871) declarou livres os nascidos no Brasil, criando um desconforto com os cafeicultores do Vale do Paraíba, base importante de apoio ao governo. Próxima à Lei Áurea, a Lei dos Sexagenários libertou os escravos com mais de sessenta anos. Todas essas medidas pareciam tentativas de adiar o fim da escravidão. Na década de 1880 a campanha abolicionista ganha força e diversos atores sociais participaram delas, com suas variadas classes sociais. Joaquim Nabuco foi um importante nome do abolicionismo. Vindo de uma família de proprietários de terras em Pernambuco fez frente ativa à campanha abolicionista. José do Patrocínio foi outro importante nome do contexto. Filho de um dono de escravizados com uma mulher negra, foi o responsável pelo jornal Gazeta da Tarde, meio de propagação das ideias abolicionistas. André Rebouças, que hoje nomeia uma importante avenida da cidade de São Paulo, foi outro importante adepto destes ideais. Por fim, Luís Gama, filho de Luísa Mahin, uma negra africana livre, que foi vendido ilegalmente e escravizado, fugiu, formou-se soldado e depois atuou como jornalista e advogado da cidade de São Paulo. Estes homens de origens sociais diversas foram expoentes da campanha abolicionista e importantes atores na defesa do fim da escravidão no país. Entre 1885 e 1888 houve uma fuga em massa dos escravizados das fazendas paulistas, incentivados por ativistas. Neste cenário as elites paulistas, observando a derrocada do sistema escravagista, apressaram o plano de imigração para dar conta da produção cafeeira.
Fonte: InfoEscola 
#HistóriaDoBrasil #EscravidãoNoBrasil #VouSerPM
  • Este processo se deu a partir de medidas legais que, gradativamente, tentavam propor resoluções à questão da escravidão. A primeira medida tomada efetivamente foi a Lei Eusébio de Queirós (1850), que proibiu de vez o tráfico através do Oceano Atlântico. Já na década de 1870 a Lei do Ventre Livre (1871) declarou livres os nascidos no Brasil, criando um desconforto com os cafeicultores do Vale do Paraíba, base importante de apoio ao governo. Próxima à Lei Áurea, a Lei dos Sexagenários libertou os escravos com mais de sessenta anos. Todas essas medidas pareciam tentativas de adiar o fim da escravidão. Na década de 1880 a campanha abolicionista ganha força e diversos atores sociais participaram delas, com suas variadas classes sociais. Joaquim Nabuco foi um importante nome do abolicionismo. Vindo de uma família de proprietários de terras em Pernambuco fez frente ativa à campanha abolicionista. José do Patrocínio foi outro importante nome do contexto. Filho de um dono de escravizados com uma mulher negra, foi o responsável pelo jornal Gazeta da Tarde, meio de propagação das ideias abolicionistas. André Rebouças, que hoje nomeia uma importante avenida da cidade de São Paulo, foi outro importante adepto destes ideais. Por fim, Luís Gama, filho de Luísa Mahin, uma negra africana livre, que foi vendido ilegalmente e escravizado, fugiu, formou-se soldado e depois atuou como jornalista e advogado da cidade de São Paulo. Estes homens de origens sociais diversas foram expoentes da campanha abolicionista e importantes atores na defesa do fim da escravidão no país. Entre 1885 e 1888 houve uma fuga em massa dos escravizados das fazendas paulistas, incentivados por ativistas. Neste cenário as elites paulistas, observando a derrocada do sistema escravagista, apressaram o plano de imigração para dar conta da produção cafeeira.
    Fonte: InfoEscola
    #HistóriaDoBrasil #EscravidãoNoBrasil #VouSerPM
  • 165 1 16 March, 2019
  • Este processo se deu a partir de medidas legais que, gradativamente, tentavam propor resoluções à questão da escravidão. A primeira medida tomada efetivamente foi a Lei Eusébio de Queirós (1850), que proibiu de vez o tráfico através do Oceano Atlântico. Já na década de 1870 a Lei do Ventre Livre (1871) declarou livres os nascidos no Brasil, criando um desconforto com os cafeicultores do Vale do Paraíba, base importante de apoio ao governo. Próxima à Lei Áurea, a Lei dos Sexagenários libertou os escravos com mais de sessenta anos. Todas essas medidas pareciam tentativas de adiar o fim da escravidão. Na década de 1880 a campanha abolicionista ganha força e diversos atores sociais participaram delas, com suas variadas classes sociais. Joaquim Nabuco foi um importante nome do abolicionismo. Vindo de uma família de proprietários de terras em Pernambuco fez frente ativa à campanha abolicionista. José do Patrocínio foi outro importante nome do contexto. Filho de um dono de escravizados com uma mulher negra, foi o responsável pelo jornal Gazeta da Tarde, meio de propagação das ideias abolicionistas. André Rebouças, que hoje nomeia uma importante avenida da cidade de São Paulo, foi outro importante adepto destes ideais. Por fim, Luís Gama, filho de Luísa Mahin, uma negra africana livre, que foi vendido ilegalmente e escravizado, fugiu, formou-se soldado e depois atuou como jornalista e advogado da cidade de São Paulo. Estes homens de origens sociais diversas foram expoentes da campanha abolicionista e importantes atores na defesa do fim da escravidão no país. Entre 1885 e 1888 houve uma fuga em massa dos escravizados das fazendas paulistas, incentivados por ativistas. Neste cenário as elites paulistas, observando a derrocada do sistema escravagista, apressaram o plano de imigração para dar conta da produção cafeeira.
Fonte: InfoEscola 
#HistóriaDoBrasil #EscravidãoNoBrasil #VouSerPM
  • Este processo se deu a partir de medidas legais que, gradativamente, tentavam propor resoluções à questão da escravidão. A primeira medida tomada efetivamente foi a Lei Eusébio de Queirós (1850), que proibiu de vez o tráfico através do Oceano Atlântico. Já na década de 1870 a Lei do Ventre Livre (1871) declarou livres os nascidos no Brasil, criando um desconforto com os cafeicultores do Vale do Paraíba, base importante de apoio ao governo. Próxima à Lei Áurea, a Lei dos Sexagenários libertou os escravos com mais de sessenta anos. Todas essas medidas pareciam tentativas de adiar o fim da escravidão. Na década de 1880 a campanha abolicionista ganha força e diversos atores sociais participaram delas, com suas variadas classes sociais. Joaquim Nabuco foi um importante nome do abolicionismo. Vindo de uma família de proprietários de terras em Pernambuco fez frente ativa à campanha abolicionista. José do Patrocínio foi outro importante nome do contexto. Filho de um dono de escravizados com uma mulher negra, foi o responsável pelo jornal Gazeta da Tarde, meio de propagação das ideias abolicionistas. André Rebouças, que hoje nomeia uma importante avenida da cidade de São Paulo, foi outro importante adepto destes ideais. Por fim, Luís Gama, filho de Luísa Mahin, uma negra africana livre, que foi vendido ilegalmente e escravizado, fugiu, formou-se soldado e depois atuou como jornalista e advogado da cidade de São Paulo. Estes homens de origens sociais diversas foram expoentes da campanha abolicionista e importantes atores na defesa do fim da escravidão no país. Entre 1885 e 1888 houve uma fuga em massa dos escravizados das fazendas paulistas, incentivados por ativistas. Neste cenário as elites paulistas, observando a derrocada do sistema escravagista, apressaram o plano de imigração para dar conta da produção cafeeira.
    Fonte: InfoEscola
    #HistóriaDoBrasil #EscravidãoNoBrasil #VouSerPM
  • 133 2 16 March, 2019
  • Um dia após assumir a presidência da república do Brasil, Fernando Collor de Mello anunciou, no dia 16 de março de 1990, o Plano Brasil Novo, que ficou mais conhecido como Plano Collor. O pacote econômico tinha como objetivo principal o controle da inflação. Uma das determinações deste plano teve grande impacto na população: o "confisco" por 18 meses de todas as cadernetas de poupança com mais de 50 mil cruzados novos, unidade monetária da época. 
No período em que o dinheiro ficasse parado, haveria uma rentabilidade equivalente a taxa de inflação mais 6% ao ano. Além dessa medida, o Plano Collor também determinou a substituição do Cruzado Novo pelo Cruzeiro à razão de NCz$ 1,00 = Cr$ 1,00. Também foram congelados preços e salários, houve aumento de preços dos serviços públicos (gás, energia elétrica, serviços postais) e a liberação do câmbio e várias medidas para promover uma gradual abertura na economia brasileira. A ideia era controlar o fluxo de dinheiro e assim conseguir estabilizar a inflação no Brasil, mas o plano acabou fracassando pois o governo abriu várias brechas que contribuíram para o aumento da circulação do dinheiro, além da incapacidade de reduzir os gastos públicos.
#Nahistoriadodia #História #HistóriadoBrasil #Brasil #Educação #FernandoCollordeMello #Collor #PlanoCollor #1990 #PlanoBrasilNovo #Confisco #ProfessordeHistória #Professor #16deMarço #Março
  • Um dia após assumir a presidência da república do Brasil, Fernando Collor de Mello anunciou, no dia 16 de março de 1990, o Plano Brasil Novo, que ficou mais conhecido como Plano Collor. O pacote econômico tinha como objetivo principal o controle da inflação. Uma das determinações deste plano teve grande impacto na população: o "confisco" por 18 meses de todas as cadernetas de poupança com mais de 50 mil cruzados novos, unidade monetária da época. 
    No período em que o dinheiro ficasse parado, haveria uma rentabilidade equivalente a taxa de inflação mais 6% ao ano. Além dessa medida, o Plano Collor também determinou a substituição do Cruzado Novo pelo Cruzeiro à razão de NCz$ 1,00 = Cr$ 1,00. Também foram congelados preços e salários, houve aumento de preços dos serviços públicos (gás, energia elétrica, serviços postais) e a liberação do câmbio e várias medidas para promover uma gradual abertura na economia brasileira. A ideia era controlar o fluxo de dinheiro e assim conseguir estabilizar a inflação no Brasil, mas o plano acabou fracassando pois o governo abriu várias brechas que contribuíram para o aumento da circulação do dinheiro, além da incapacidade de reduzir os gastos públicos.
    #Nahistoriadodia #História #HistóriadoBrasil #Brasil #Educação #FernandoCollordeMello #Collor #PlanoCollor #1990 #PlanoBrasilNovo #Confisco #ProfessordeHistória #Professor #16deMarço #Março
  • 79 5 16 March, 2019
  • Atenção passageiros! Nosso voo de retorno ao passado está marcado para hoje! Você, sua família e seus amigos são nossos convidados para curtir um início de noite inspirado pelas belas lembranças da aviação brasileira a bordo do simpático DC-3. .
A visitação interna ao DC-3, guiada pelos nossos comissários, começa às 17h e segue até 20h, aqui no Boulevard Laçador. Para uma viagem mais confortável, distribuiremos fichas por ordem de chegada a partir das 16h30*.
.
A Exposição de Motores de Aviões da Varig e a exposição Elegância nas Alturas, de uniformes de comissários da Varig, também acontecem no local. Para mais informações, consulte o site no link da bio. .
Dia: 16 de março
Sábado
Horário: das 17h às 20h
Entrada franca
Não é necessário agendamento 
Local: Boulevard Laçador - Avenida dos Estados, 111 - Porto alegre/RS
Patrocínio: @boulevardlacador *Limite de 300 fichas por dia de visitação.
.⠀
#varig #varigexperience #varigairlines #varigbrasil #HistóriadaAviação #aviationhistory #avgeek #instaaviation #aviationlovers #instaplane #Brasil #HistóriadoBrasil #aviaçãobrasileira #vintageaviation
  • Atenção passageiros! Nosso voo de retorno ao passado está marcado para hoje! Você, sua família e seus amigos são nossos convidados para curtir um início de noite inspirado pelas belas lembranças da aviação brasileira a bordo do simpático DC-3. .
    A visitação interna ao DC-3, guiada pelos nossos comissários, começa às 17h e segue até 20h, aqui no Boulevard Laçador. Para uma viagem mais confortável, distribuiremos fichas por ordem de chegada a partir das 16h30*.
    .
    A Exposição de Motores de Aviões da Varig e a exposição Elegância nas Alturas, de uniformes de comissários da Varig, também acontecem no local. Para mais informações, consulte o site no link da bio. .
    Dia: 16 de março
    Sábado
    Horário: das 17h às 20h
    Entrada franca
    Não é necessário agendamento
    Local: Boulevard Laçador - Avenida dos Estados, 111 - Porto alegre/RS
    Patrocínio: @boulevardlacador *Limite de 300 fichas por dia de visitação.
    .⠀
    #varig #varigexperience #varigairlines #varigbrasil #HistóriadaAviação #aviationhistory #avgeek #instaaviation #aviationlovers #instaplane #Brasil #HistóriadoBrasil #aviaçãobrasileira #vintageaviation
  • 505 9 16 March, 2019
  • A rede de descanso ou rede de dormir é um utensílio doméstico de origem indígena, que era originalmente chamada de “HAMAKA” e feita com cipó e lianas.
.
Legado dos indígenas da América do Sul, teve grande importância na sociedade brasileira dos primeiros anos do descobrimento e durante toda a época colonial, quando era muito utilizada para dormir, enterrar os mortos no meio rural e como meio de transporte, onde os escravos carregavam os colonos em passeios pela cidade e até em viagens.
.
Com a vinda dos portugueses, as mulheres dos colonos adaptaram a técnica indígena às suas varandas, passando a fazer as redes em algodão (tecido mais compacto), enfeitadas com franjas.
.
O primeiro relato documentado da existência das redes foi feito na carta de Pero Vaz de Caminha, em 2 de Maio de 1500, mas a data real de sua origem é desconhecida.
.
Hoje em dia, as redes são fabricadas de diversas formas e materiais, desde as mais tradicionais de fio, tecidas em “batelão” (tear) mecânico ou elétrico, até as feitas a partir de tecido ou de materiais sintéticos como nylon e outros materiais.
.
Na região nordeste do Brasil, a rede ainda é muito utilizada para dormir em substituição à cama, sendo também tradicionalmente utilizada para descanso em casas de praia (casas de veraneio).
.
Atualmente, uma das principais e mais tradicionais fábricas de redes do Brasil e do mundo, funciona há mais de 40 anos e sua sede é em Fortaleza, no Ceará.
.
As redes de descanso fazem parte da nossa história!
.
.
.
#RedeDeDescanso #RedeDeDormir #Rede #AHistóriaDaRede #HistóriaDoBrasil #NossaHistória #Curiosidades #Metalvi #ArmadorDeRede #Armadores #Ferragens #ConstruçãoCivil #Construção #Casa #Home #HomeCenter #Engenharia #Arquitetura #Obra
  • A rede de descanso ou rede de dormir é um utensílio doméstico de origem indígena, que era originalmente chamada de “HAMAKA” e feita com cipó e lianas.
    .
    Legado dos indígenas da América do Sul, teve grande importância na sociedade brasileira dos primeiros anos do descobrimento e durante toda a época colonial, quando era muito utilizada para dormir, enterrar os mortos no meio rural e como meio de transporte, onde os escravos carregavam os colonos em passeios pela cidade e até em viagens.
    .
    Com a vinda dos portugueses, as mulheres dos colonos adaptaram a técnica indígena às suas varandas, passando a fazer as redes em algodão (tecido mais compacto), enfeitadas com franjas.
    .
    O primeiro relato documentado da existência das redes foi feito na carta de Pero Vaz de Caminha, em 2 de Maio de 1500, mas a data real de sua origem é desconhecida.
    .
    Hoje em dia, as redes são fabricadas de diversas formas e materiais, desde as mais tradicionais de fio, tecidas em “batelão” (tear) mecânico ou elétrico, até as feitas a partir de tecido ou de materiais sintéticos como nylon e outros materiais.
    .
    Na região nordeste do Brasil, a rede ainda é muito utilizada para dormir em substituição à cama, sendo também tradicionalmente utilizada para descanso em casas de praia (casas de veraneio).
    .
    Atualmente, uma das principais e mais tradicionais fábricas de redes do Brasil e do mundo, funciona há mais de 40 anos e sua sede é em Fortaleza, no Ceará.
    .
    As redes de descanso fazem parte da nossa história!
    .
    .
    .
    #RedeDeDescanso #RedeDeDormir #Rede #AHistóriaDaRede #HistóriaDoBrasil #NossaHistória #Curiosidades #Metalvi #ArmadorDeRede #Armadores #Ferragens #ConstruçãoCivil #Construção #Casa #Home #HomeCenter #Engenharia #Arquitetura #Obra
  • 80 2 15 March, 2019
  • 🌹#TrabalhismoNaHistória🌹

15 DE MARÇO DE 1964 - REFORMAS DE BASE DO EX-PRESIDENTE JOÃO GOULART ENVIADAS AO CONGRESSO NACIONAL.

Dois dias depois de participar do comício em que defendeu as reformas de base na Central do Brasil no Rio de Janeiro, o presidente João Goulart encaminhou uma mensagem ao Congresso no dia 15 de março de 1964. A mensagem prestava contas das obras administrativas do governo e apresentava o projeto do Executivo para implementação das reformas anunciadas no dia 13.

Redigida pelo ministro da Casa Civil, Darcy Ribeiro, que compareceu ao Congresso junto de Jango para apresentar o documento aos parlamentares.

Em seu livro Confissões, Ribeiro considera a elaboração da mensagem um "episódio marcante" de sua participação no Governo.
*
"Eu a escrevi cuidadosamente, sabendo que seria a grande carta político-ideológica do governo João Goulart".
*
(Imagem: Em primeiro plano, em pé: Darcy Ribeiro, à esquerda e João Goulart à direita, em frente ao microfone).
*
Fonte: EBC 
http://www.ebc.com.br/cidadania/2014/03/jango-apresentava-proposta-das-reformas-ao-congresso-em-15-de-marco-0

#PDT #PDT12 #CMT #Trabalhista #História #PDTDigital #PDT38anos #Trabalhismo #DarcyRibeiro #JoãoGoulart #ReformasDeBase #1964 #RJ #Socialismo #HistóriaDoBrasil #Jango #55anos #CentroDeMemóriaTrabalhista #NossaHistória #NossaLuta #NossoSonho
  • 🌹 #TrabalhismoNaHistória 🌹

    15 DE MARÇO DE 1964 - REFORMAS DE BASE DO EX-PRESIDENTE JOÃO GOULART ENVIADAS AO CONGRESSO NACIONAL.

    Dois dias depois de participar do comício em que defendeu as reformas de base na Central do Brasil no Rio de Janeiro, o presidente João Goulart encaminhou uma mensagem ao Congresso no dia 15 de março de 1964. A mensagem prestava contas das obras administrativas do governo e apresentava o projeto do Executivo para implementação das reformas anunciadas no dia 13.

    Redigida pelo ministro da Casa Civil, Darcy Ribeiro, que compareceu ao Congresso junto de Jango para apresentar o documento aos parlamentares.

    Em seu livro Confissões, Ribeiro considera a elaboração da mensagem um "episódio marcante" de sua participação no Governo.
    *
    "Eu a escrevi cuidadosamente, sabendo que seria a grande carta político-ideológica do governo João Goulart".
    *
    (Imagem: Em primeiro plano, em pé: Darcy Ribeiro, à esquerda e João Goulart à direita, em frente ao microfone).
    *
    Fonte: EBC
    http://www.ebc.com.br/cidadania/2014/03/jango-apresentava-proposta-das-reformas-ao-congresso-em-15-de-marco-0

    #PDT #PDT12 #CMT #Trabalhista #História #PDTDigital #PDT38anos #Trabalhismo #DarcyRibeiro #JoãoGoulart #ReformasDeBase #1964 #RJ #Socialismo #HistóriaDoBrasil #Jango #55anos #CentroDeMemóriaTrabalhista #NossaHistória #NossaLuta #NossoSonho
  • 200 0 15 March, 2019
  • Carinha de quem vai aprontar! Hehe🍀
É sangue de Carioca da Gema.🍳💙 Com muitos trabalhos, pesquisas, dança e samba! 
Iniciando um ano contra falta de acessos e por uma melhor qualidade de vida particular e social. #UFRRJ #históriadoBrasil #culturapopular
  • Carinha de quem vai aprontar! Hehe🍀
    É sangue de Carioca da Gema.🍳💙 Com muitos trabalhos, pesquisas, dança e samba!
    Iniciando um ano contra falta de acessos e por uma melhor qualidade de vida particular e social. #UFRRJ #históriadoBrasil #culturapopular
  • 65 4 14 March, 2019
  • Manuscritos fazem uma historiadora muito feliz ❤

#Repost @bibliotecanacional.br
• • • • • •
Dia 14/03: Aniversário de Carolina Maria de Jesus

Carolina Maria de Jesus (Sacramento, MG, 1914 – São Paulo, 1977) foi escritora. Ela deixou a escola no segundo ano, mas aprendeu a ler e escrever o suficiente para desenvolver sua vocação literária. Com a morte de sua mãe, mudou-se para São Paulo, construiu sua casa usando material que encontrava, como madeira, lata, papelão. Sobrevivia como catadora de papel. Começou a registrar o cotidiano da favela e foi o jornalista Audálio Dantas quem descobriu seu trabalho, resultando na publicação do livro Quarto de despejo, em 1960, sua obra mais conhecida. Publicada em treze idiomas, inspirou letras de músicas, peças teatrais, séries televisivas e filmes. Publicou ainda Casa de alvenaria (1961), Pedaços de fome (1963), Provérbios (1963), Diário de Bitita (1982) e Onde estaes felicidade? (2014). A Divisão de Manuscritos custodia parte de seu acervo, que compreendem 11 rolos de microfilme e 14 cadernos.

Em homenagem aos 105 anos da data de seu nascimento a Biblioteca Nacional disponibiliza seu caderno manuscrito nº 11 de 1958 em pdf: entre em http://bndigital.bn.gov.br/ e busque pelo seu nome (Carolina Maria de Jesus).
  • Manuscritos fazem uma historiadora muito feliz ❤

    #Repost @bibliotecanacional.br
    • • • • • •
    Dia 14/03: Aniversário de Carolina Maria de Jesus

    Carolina Maria de Jesus (Sacramento, MG, 1914 – São Paulo, 1977) foi escritora. Ela deixou a escola no segundo ano, mas aprendeu a ler e escrever o suficiente para desenvolver sua vocação literária. Com a morte de sua mãe, mudou-se para São Paulo, construiu sua casa usando material que encontrava, como madeira, lata, papelão. Sobrevivia como catadora de papel. Começou a registrar o cotidiano da favela e foi o jornalista Audálio Dantas quem descobriu seu trabalho, resultando na publicação do livro Quarto de despejo, em 1960, sua obra mais conhecida. Publicada em treze idiomas, inspirou letras de músicas, peças teatrais, séries televisivas e filmes. Publicou ainda Casa de alvenaria (1961), Pedaços de fome (1963), Provérbios (1963), Diário de Bitita (1982) e Onde estaes felicidade? (2014). A Divisão de Manuscritos custodia parte de seu acervo, que compreendem 11 rolos de microfilme e 14 cadernos.

    Em homenagem aos 105 anos da data de seu nascimento a Biblioteca Nacional disponibiliza seu caderno manuscrito nº 11 de 1958 em pdf: entre em http://bndigital.bn.gov.br/ e busque pelo seu nome (Carolina Maria de Jesus).
  • 46 1 14 March, 2019
  • Confira o meu Ebook de História do Maranhão

APRESENTAÇÃO

O presente trabalho tem como objetivo apresentar alguns fatos importantes da história do Maranhão para quem busca conhecimento ou informações para concursos e vestibulares. 
Uma pesquisa realizada em alguns livros, periódicos e outras fontes foi necessária para a construção do processo de formação maranhense que vai da chegada dos portugueses a presença dos franceses na formação da cidade de São Luís. Outrossim, como os holandeses.
Alguns fatos foram dados como destaque principal tais como: a formação da França Equinocial; a Revolta de Beckman; a Balaiada; o escravismo; a questão do negro e índio; o governo pombalino; o processo de independência do Brasil; a guerra dos três Bês; a Setembrada; Ana Jansen; a vida cultural maranhense; o fuzilamento do dia 17; a República no Maranhão; a questão social maranhense; a Revolução de 1930; a Balaiada de São Luís; a Era do Vitorinismo; o período Sarney; e muitos outros fatos.
(...)
A História do Maranhão é marcada por lutas e fatos singulares de uma historicidade elitista e escravista. 
Esperamos que este trabalho possa contribuir para as necessidades de concurseiros, estudantes, leitores e curiosos que buscam conhecimento. Deleitem-se nos conteúdos e questões.
A história é uma disciplina importante, pois através dela podemos compreender o presente. O passado é uma memória que não pode ser apagada. Evita que grandes erros possam ser cometidos novamente. Só não faça do passado uma prisão, pois o que passou é passado. Aprenda com o passado a fazer do seu presente uma grande vitória para o futuro. Assim o passado será sempre será uma lição. Jamais será uma prisão.

Alberto Chaves Prof. de História

#escolas#sky #questões #photo #workstation #historiadoMaranhão #Maranhão#enem #school #história #history #concurso #colégio #man  #cristão #woman #Historiaspracantar #escola #cfoma #ensino #produtividade #hnd #históriadobrasil #work #history #tempo  #vestibular #ebook #livro #aula #concursopm
@tamandareconcursos @cevcolegio
  • Confira o meu Ebook de História do Maranhão

    APRESENTAÇÃO

    O presente trabalho tem como objetivo apresentar alguns fatos importantes da história do Maranhão para quem busca conhecimento ou informações para concursos e vestibulares.
    Uma pesquisa realizada em alguns livros, periódicos e outras fontes foi necessária para a construção do processo de formação maranhense que vai da chegada dos portugueses a presença dos franceses na formação da cidade de São Luís. Outrossim, como os holandeses.
    Alguns fatos foram dados como destaque principal tais como: a formação da França Equinocial; a Revolta de Beckman; a Balaiada; o escravismo; a questão do negro e índio; o governo pombalino; o processo de independência do Brasil; a guerra dos três Bês; a Setembrada; Ana Jansen; a vida cultural maranhense; o fuzilamento do dia 17; a República no Maranhão; a questão social maranhense; a Revolução de 1930; a Balaiada de São Luís; a Era do Vitorinismo; o período Sarney; e muitos outros fatos.
    (...)
    A História do Maranhão é marcada por lutas e fatos singulares de uma historicidade elitista e escravista.
    Esperamos que este trabalho possa contribuir para as necessidades de concurseiros, estudantes, leitores e curiosos que buscam conhecimento. Deleitem-se nos conteúdos e questões.
    A história é uma disciplina importante, pois através dela podemos compreender o presente. O passado é uma memória que não pode ser apagada. Evita que grandes erros possam ser cometidos novamente. Só não faça do passado uma prisão, pois o que passou é passado. Aprenda com o passado a fazer do seu presente uma grande vitória para o futuro. Assim o passado será sempre será uma lição. Jamais será uma prisão.

    Alberto Chaves Prof. de História

    #escolas #sky #questões #photo #workstation #historiadoMaranhão #Maranhão #enem #school #história #history #concurso #colégio #man #cristão #woman #Historiaspracantar #escola #cfoma #ensino #produtividade #hnd #históriadobrasil #work #history #tempo #vestibular #ebook #livro #aula #concursopm
    @tamandareconcursos @cevcolegio
  • 24 1 14 March, 2019