#zebrinha Instagram Photos & Videos

zebrinha - 21.8k posts

Top Posts

  • Fraldinha com prendedor de chupeta mais linda da @manubabyandkids_ 👸🏼 🦓
  • Fraldinha com prendedor de chupeta mais linda da @manubabyandkids_ 👸🏼 🦓
  • 126 75 2 December, 2019
  • Benício dando os primeiros passos com a ajuda da zebrinha. Logo logo ele e as irmãs vão fazer a mamãe e o papai correrem atrás dos Trigêmeos 😍😍😍 Obrigada pela foto desse bebê gostoso, adoramos @karine_torres _torres ❤️
➡️Indicado a partir dos 9 meses
  • Benício dando os primeiros passos com a ajuda da zebrinha. Logo logo ele e as irmãs vão fazer a mamãe e o papai correrem atrás dos Trigêmeos 😍😍😍 Obrigada pela foto desse bebê gostoso, adoramos @karine_torres _torres ❤️
    ➡️Indicado a partir dos 9 meses
  • 218 16 5 December, 2018

Latest Instagram Posts

  • Olha quando amor por nosso novo bichinho aqui da @meiguicesdapri 💟
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
A nossa zebrinha Zoe chegou pra encantar principalmente as mamães. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Ela foi toda confeccionada com o fio amigurumi da @circulo 100% algodão, enchimento acrílico e com olhos com trava de segurança. Materiais especiais para os nossos pequenos clientes, pensado com muito carinho e amor.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Quer levar a Zoe pra casa? É só me chamar no direct ou no whatsapp (link na bio) que nós conversamos sobre a ida dela. Combinado?😉
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
#meiguicesdapri ##maternidadereal #zebrinha #zebra #selvagem #safari #maedemenino #decoração #festainfantil #festasafari #maedemenino
  • Olha quando amor por nosso novo bichinho aqui da @meiguicesdapri 💟
    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    A nossa zebrinha Zoe chegou pra encantar principalmente as mamães. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    Ela foi toda confeccionada com o fio amigurumi da @circulo 100% algodão, enchimento acrílico e com olhos com trava de segurança. Materiais especiais para os nossos pequenos clientes, pensado com muito carinho e amor.
    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    Quer levar a Zoe pra casa? É só me chamar no direct ou no whatsapp (link na bio) que nós conversamos sobre a ida dela. Combinado?😉
    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    #meiguicesdapri # #maternidadereal #zebrinha #zebra #selvagem #safari #maedemenino #decoração #festainfantil #festasafari #maedemenino
  • 11 14 4 hours ago
  • Qual a cor da zebra? Não se sabe ao certo, será que ela é branca e preta?
Ou será que é o inverso?
#safari#zebrinha
  • Qual a cor da zebra? Não se sabe ao certo, será que ela é branca e preta?
    Ou será que é o inverso?
    #safari #zebrinha
  • 15 0 24 February, 2020
  • With Punahele Soriano Out, Eric “Zebrinha” Spicely will now fight Roman “Story Time” Kopylov at UFC Columbus 🇺🇸 •••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••
#ufc #ufcfightnight #ufccolumbus #ericspicely #zebrinha #romankopylov #storytime •••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••
@spicewonder 
VS 
@roman_kopylov_
  • With Punahele Soriano Out, Eric “Zebrinha” Spicely will now fight Roman “Story Time” Kopylov at UFC Columbus 🇺🇸 •••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••
    #ufc #ufcfightnight #ufccolumbus #ericspicely #zebrinha #romankopylov #storytime •••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••
    @spicewonder
    VS
    @roman_kopylov_
  • 10 1 21 February, 2020
  • Fruto do nosso amor ❤️😍🙏🏻👨‍👩‍👧
#Zebrinha 🦓
  • Fruto do nosso amor ❤️😍🙏🏻👨‍👩‍👧
    #Zebrinha 🦓
  • 36 0 21 February, 2020
  • ”Liberdade. Aí era a estrada das boiadas. O boi que descia do sertão era comercializado na feira do Capuame, feira de gado, Capuame, que depois mudou o nome para Dias D’Ávila, hoje é a cidade de Dias D’Ávila, ali estava a feira do gado. Esse gado era trazido para o abate. O abate da cidade estava onde hoje é o terminal da Barroquinha, ali é que era o matadouro da cidade. Por isso que o rio se chama de rio das Tripas, porque os dejetos, as sobras do sacrifício dos animais eram jogadas no rio das Tripas. O rio das Tripas está lá, a Baixa dos Sapateiros não existe, ela é um rio canalizado, você anda por cima do extradorso da abóbada que cria a Baixa dos Sapateiros, o rio das Tripas está lá. Então, este gado vinha pela estrada que você chama da Liberdade, que era a estrada das boiadas. Em 1823, por ali entrou o exército libertador e então, a estrada das boiadas passou a ser chamada estrada da Liberdade.” (Cid Teixeira)
História da negritude no Bairro da Liberdade?
”Recentíssimo. Eu que estou falando aqui, sou do tempo em que a Liberdade eram quatro ou cinco roças, roças com bois e vacas e essas coisas. Essa concentração de pobreza e negritude na liberdade é coisa de quarenta ou cinqüenta anos para cá, não é muito antiga, não. Outros bairros se embranqueceram, por exemplo, um bairro onde só tinha negro mesmo, que era o Caxundé; hoje ninguém mais sabe nem onde é o Caxundé quanto mais falar em negro lá dentro. Corresponde hoje ao Jardim de Alá, ali, na Pituba. O trator chegou, urbanizou tudo, fez casinhas bonitinhas e acabou com a negritude de lá. A Liberdade não tem essa história negra, não; eram roças. Seu Chico Mãozinha era dono de tudo o que é hoje, Corta braço, Pero Vaz era a roça dele e eu conheci, eu estive lá, na roça dele, eu que estou aqui; portanto, não é coisa do século XVII, não. Eu vi, andei lá, como andei na Pituba com medo das vacas, com medo dos bois correndo atrás da gente.” (Cid Teixeira)
"Cheguei na Liberdade com meus pais em 1930. Tinha sete anos. Isso aqui tinha todas as aparências de quilombo, desses que você só ouviu falar.(...) Todos os moradores eram negros. Algum escravo liberto... #mãehilda #cidteixeira #zebrinha
#liberdadebelaefeia #histori
  • ”Liberdade. Aí era a estrada das boiadas. O boi que descia do sertão era comercializado na feira do Capuame, feira de gado, Capuame, que depois mudou o nome para Dias D’Ávila, hoje é a cidade de Dias D’Ávila, ali estava a feira do gado. Esse gado era trazido para o abate. O abate da cidade estava onde hoje é o terminal da Barroquinha, ali é que era o matadouro da cidade. Por isso que o rio se chama de rio das Tripas, porque os dejetos, as sobras do sacrifício dos animais eram jogadas no rio das Tripas. O rio das Tripas está lá, a Baixa dos Sapateiros não existe, ela é um rio canalizado, você anda por cima do extradorso da abóbada que cria a Baixa dos Sapateiros, o rio das Tripas está lá. Então, este gado vinha pela estrada que você chama da Liberdade, que era a estrada das boiadas. Em 1823, por ali entrou o exército libertador e então, a estrada das boiadas passou a ser chamada estrada da Liberdade.” (Cid Teixeira)
    História da negritude no Bairro da Liberdade?
    ”Recentíssimo. Eu que estou falando aqui, sou do tempo em que a Liberdade eram quatro ou cinco roças, roças com bois e vacas e essas coisas. Essa concentração de pobreza e negritude na liberdade é coisa de quarenta ou cinqüenta anos para cá, não é muito antiga, não. Outros bairros se embranqueceram, por exemplo, um bairro onde só tinha negro mesmo, que era o Caxundé; hoje ninguém mais sabe nem onde é o Caxundé quanto mais falar em negro lá dentro. Corresponde hoje ao Jardim de Alá, ali, na Pituba. O trator chegou, urbanizou tudo, fez casinhas bonitinhas e acabou com a negritude de lá. A Liberdade não tem essa história negra, não; eram roças. Seu Chico Mãozinha era dono de tudo o que é hoje, Corta braço, Pero Vaz era a roça dele e eu conheci, eu estive lá, na roça dele, eu que estou aqui; portanto, não é coisa do século XVII, não. Eu vi, andei lá, como andei na Pituba com medo das vacas, com medo dos bois correndo atrás da gente.” (Cid Teixeira)
    "Cheguei na Liberdade com meus pais em 1930. Tinha sete anos. Isso aqui tinha todas as aparências de quilombo, desses que você só ouviu falar.(...) Todos os moradores eram negros. Algum escravo liberto... #mãehilda #cidteixeira #zebrinha
    #liberdadebelaefeia #histori
  • 8 3 19 February, 2020